Liderar o grupo

Um dos ingredientes mais importantes para o nosso sucesso na liderança de um pequeno grupo é o tempo. Precisamos de tempo para nos familiarizarmos. Leva tempo para se construir confiança. Leva tempo para se criar um lugar seguro onde todos confiam. Infelizmente, muitos líderes de pequenos grupos não permanecem o suficiente para colherem os benefícios do tempo. O tempo, para alguns grandes líderes, é demasiadamente curto e pode ser cortado abruptamente. Claro, alguns líderes saem por motivos de trabalho ou por questões familiares. No entanto, muitos bons líderes se esgotam rapidamente, simplesmente porque seu grupo é formado por crianças descontroladas e indisciplinadas. Seja um grupo de meninas do 4o ano, um grupo selvagem de alunos hiperativos do 2o ano ou um menino desinteressado do 5o ano, a maioria das pessoas só vai aguentar por um período pequeno. Grandes ideias de influência da mudança de vida são frustradas contra a realidade decepcionante dos problemas de comportamento.

O que um líder pode fazer?

A solução não pretende soar paternalista, mas, é bastante simples no modelo. A execução é um pouco mais complicada, mas, inteiramente possível.


A solução: liderar o grupo.

 

Bem, isso parece óbvio, certo? Quer dizer, o título do trabalho é “Liderando Pequenos Grupos”. Sim, às vezes não é assim tão simples. Todavia, entender algumas coisas levará a sua experiência de domingo pra outro patamar, de algo que você sobrevive a algo que você goste.

É importante entender quais são realmente os problemas de comportamento. Eles são revoltas? Pequenas rebeldias? Competição por liderança? A chave para o sucesso do LPG é acabar com as rebeldias, desviar as intrigas ou, simplesmente, liderar o grupo. Não estou sugerindo luta marcial ou um estado totalitário de controle. Não, liderar o grupo pode ser gentil e afirmativo, e mais, quando está sendo bem feito, toda criança sabe quem está no comando.

Às vezes as crianças só precisam conhecer seus limites. Independentemente do seu ambiente ter traçado regras ou diretrizes, você pode precisar elaborar algumas regras específicas para o seu grupo. Eles podem ser simples como “Respeite-se e se respeitem mutuamente”. Não é preciso chamar de regras, mas, talvez “código” ou “valores do grupo”. Se o comportamento tem sido um problema, comece por estabelecer os limites. Temos que ser claros sobre os limites para que toda criança saiba quando a linha é ultrapassada. Relembre os limites sempre que se encontrarem. Peça ao grupo para concordar com eles.

Às vezes, as crianças precisam saber que você está falando sério – estabeleça consequências. Deixe o grupo saber o que acontece quando certos limites são ultrapassados. Pode ser tão simples quanto uma política de três avisos: um aviso seguido de um tempo (faça o aluno sentar-se com um treinador temporariamente fora do grupo); seguido de uma conversa com a mãe ou o pai, lembre-os das conseqüências.

Às vezes as crianças precisam saber que você se importa com elas. Então, siga adiante. Cada criança conhece os limites? Cada criança conhece as conseqüências? Cada garoto concordou com o acordo? A parte mais difícil, porém, que acredito ser a melhor expressão do amor, é seguir adiante. Quando alguém ultrapassa uma linha, você a chama a atenção. Seja gentil e, também, firme. Não seja argumentativo, e, sim, rápido. Não demorará muito para as crianças reconhecerem que há um novo xerife na cidade e que não é uma delas.

Não perca isso. Isso não é apenas gerenciamento de comportamento. É discipulado. Você está ajudando seu grupo a crescer e a amadurecer de uma maneira muito específica. Sua consistência comunica que você se importa com eles. No momento, os olhos podem comunicar raiva, com o tempo, eles expressarão verbalmente seu amor. Levará um tempo, mas você vai amar o que faz mais do que jamais imaginou ser possível.

Basta simplesmente liderar o grupo.

Escrito originalmente em Inglês por Kenny Conley
Traduzido e adaptado por Carina Cortat

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *