Como ser um Líder de Pequeno Grupo quando a Igreja está FECHADA

Por Gina Abbas | 26 de março de 2020 

Lembra dos bons e velhos tempos quando você podia pegar um pacote de Doritos (algum fã de Doritos por aí?) e repassar o pacote aberto ao redor do seu pequeno grupo para eles se servirem e comer? Tempos em que vivíamos perigosamente ao mergulhar as mãos não lavadas no pacote (risos)…

Em dias atuais, estamos vivendo uma nova realidade de distanciamento social, onde não podemos compartilhar nem mesmo uma mesa em um restaurante. Para culminar, não tem sido possível desfrutar de um encontro semanal na igreja como costumávamos fazer. Todavia, ainda temos um pequeno grupo de adolescentes que precisa de incentivo e conexão, principalmente, porque tudo no mundo deles mudou.

Aqui estão cinco maneiras de (ainda) ser um líder de pequeno grupo em meio ao Covid-19.

1. Devocionais Diários:

Utilize o Bible.com para escolher um plano de devocional para fazerem juntos. O aplicativo facilita o envio de um link de convite para seu pequeno grupo e vocês podem permanecer conectados enquanto mergulham nas escrituras.

2. Altos / Baixos / Búfalos:

Uma das líderes de meu pequeno grupo cria uma conversa com uma brincadeira chamada  “Altos / Baixos / Búfalos” toda semana com seu pequeno grupo, e isso é uma novidade para mim (Eu mesmo nunca tinha brincado disso)! Todavia, essa dinâmica já se tornou uma das atividades favoritas para eu fazer com meu pequeno grupo. Funciona assim: o líder deve iniciar a conversa perguntando a cada um sobre os pontos “Altos” da semana. Em seguida, pergunta sobre os pontos “Baixos”. E a conversa termina com Búfalos. Neste ponto, a ideia é abrir para que eles possam falar sobre qualquer assunto desde clima até a respeito de uma questão de fé. 

Altos: o que é bom (ou o que te deixou feliz).

Baixos: o que não é tão bom (ou algo ruim).

Búfalos: é para falar algo aleatório.

Se você se conecta por meio de aplicativos como WhatsApp, Zoom ou algum outro aplicativo de conversa, o “Altos / Baixos / Búfalos” é o que há!

3.Você concorda em ser um líder de pequeno grupo, não um expert da mídia on-line:

Não sei quem precisa ouvir isso, mas, vamos fingir que a internet saiu do ar por alguns minutos. Eu sou mãe de um adolescente, então, eu sei que isso seria uma tragédia… A dica é para não se prender unicamente aos aplicativos digitais!

Hoje meu filho afirmou que uma das coisas boas que aconteceu a ele nesse dia foi o seguinte: “Meu Líder me ligou para ver como eu estava.” Ele não listou o Xbox.

Pegue o telefone e ligue para os seus liderados. Isso significará muito para cada um de seus adolescentes (e suas mães que irão adorar saber que você se importa) mais do que você pode imaginar.

4. Faça um pequeno grupo virtual se desejar:

Existem várias maneiras de reunir seu pequeno grupo em um ambiente online. Pode ser na forma de uma ligação com o Zoom, com o Google Hangout ou promovendo uma noite “virtual” de programação para adolescentes do seu ministério. 

Mas, se você não tem ideia de como fazer um grupo online, é provável que seus adolescentes saibam como fazer! Esses recursos não são novidades para o “mundo” deles, afinal, eles já estão familiarizados com tudo isso desde quando tinham cerca de cinco anos (risos).

5. Lembre-se dos grandes dias:

Um adolescente pode se sentir triste ou esquecido quando numa data especial  ele se vir impedido de comemorar os grandes eventos que escreveu em seu calendário  em virtude do mundo inteiro encontrar-se “fechado” .

Desta forma, pergunte, ouça e procure maneiras de reconhecer aniversários, viagens, jogos esportivos, performances, recitais, visitas a faculdades, planos de férias e qualquer outra coisa que possa ter sido cancelada ou alterada devido a atual situação.

Você não precisa planejar uma grande festa, pois, uma simples mensagem o proporcionará sentir aquilo que ele precisa.

O distanciamento social pode ter alterado o ritmo semanal que você tem com seu pequeno grupo, mas, não mudou o papel importante que você tem na vida de cada integrante do grupo. Os adolescentes precisam que você esteja lá para eles! E agora eles precisam de você muito mais do que nunca.  Então, descubra maneiras de se aproximar mesmo estando distante fisicamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *